Quem somos

Auditivo, cinestésico ou visual: qual é o seu estilo de aprender?

Estudantes

Já parou para pensar em como você aprende e de que forma fixa com mais facilidade o conteúdo estudado? 

 

O modo de aprender é muito subjetivo, individual. Cada pessoa desenvolve meios próprios para o seu aprendizado. Ainda que não se tenha consciência sobre qual é o método de estudo mais adequado à sua personalidade, todos nós escolhemos, intuitivamente, uma forma (ou combinação delas) de reter o conhecimento. 

 

Os especialistas classificam o aprendizado em três tipos: auditivo, cinestésico e visual. A maioria das pessoas possui um estilo preferido ou preponderante, podendo, até mesmo, associar elementos de dois ou dos três modos. 

 

Conhecer a sua forma de aprender proporciona vários benefícios, por exemplo, pode ajudá-lo a entender como o seu cérebro funciona para captar e reter a informação; além de ser uma maneira eficiente de otimizar o seu tempo de estudo, assimilando o conteúdo da forma mais adequada às suas necessidades cognitivas. 

 

Conheça cada um dos estilos e identifique o seu:

Auditivo 

Habilidade para interpretar e fixar o conteúdo por meio da fala, sons, gravações de áudio. O estudante tem facilidade em absorver o conhecimento, por exemplo, pela fala do professor, gravação das aulas, por podcasts. Organiza as ideias e os conceitos a partir da linguagem falada. 

 

Cinestésico 

Este perfil está relacionado com os estímulos recebidos pelo tato, movimento, pelas sensações. O foco do aprendizado está em situações práticas, experimentos, montar e desmontar objetos, ou seja, “colocar a mão na massa”, fazer para aprender. Laboratórios e atividades em campo são muito atrativos para os cinestésicos. 

 

 

Visual 

O próprio nome diz: o aprendizado ocorre por meio de estímulos visuais, a chamada “memória fotográfica”. Estudantes deste grupo assimilam o conhecimento por meio de vídeos, mapas mentais, slides, gráficos, ilustrações, apresentações em sala de aula, esquemas escritos pelo professor no quadro, textos, resumos. 

 

Agora que você já conhece as características dos estilos de aprendizagem poderá identificar o seu preponderante e aplicá-lo à sua rotina de estudos de maneira consciente, tirando o máximo de proveito. 

 

Gostou do conteúdo? Clique aqui e tenha acesso a outras matérias da Fundação Mudes. 

Tenha acesso as melhores oportunidades profissionais!

Compartilhe esse artigo:

WhatsApp da Mudes
Enviar via WhatsApp

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.