logo da fundação mudes

Sou Estudante

Quem somos

Mudes recebe Selo de Direitos Humanos

Canal Mudes

No Dia Internacional dos Direitos Humanos, 10 de dezembro, a Fundação Mudes recebeu o Selo de Direitos Humanos 1ª edição 2020, pelo projeto Capacitação Online do Programa Armazém Social do Saber (PASS). 

O Selo foi concedido pela prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. A premiação reconheceu os projetos desenvolvidos por entidades públicas e privadas que atuam e buscam eliminar todas as formas de discriminação no acesso, remuneração, ascensão, permanência no emprego e no ambiente de trabalho no município do Rio de Janeiro.

Foram 75 instituições inscritas e 25 aprovadas para receber o Selo de Direitos Humanos. A escolha das entidades selecionadas ocorreu através de uma banca formada por servidores da Prefeitura. Os servidores receberam para avaliação as atividades descritas pelas Entidades, sem a divulgação nominal da entidade.

A Assistente Social da Mudes, Thaina Cardoso, representou a entidade na cerimônia e recebeu o Selo de Direitos Humanos. Por conta da pandemia, só um representante da instituição participou do evento e todas as medidas de prevenção ao coronavírus foram tomadas.

Segundo Thaina, a Fundação ser chancelada com esse prêmio reforça a dedicação para oferecer à sociedade ações que valorizam a vida e as relações interpessoais estabelecidas na nossa sociedade. “O Projeto busca garantir o direito ao acesso à informação e principalmente ao mundo do trabalho”, ressalta.

Receber a 1ª edição do Selo de Direitos Humanos da Prefeitura do Rio de Janeiro, foi uma grande conquista para toda a equipe, principalmente, em um ano onde encontramos grandes dificuldades para prosseguir com o trabalho realizado em meio a pandemia do COVID 19.

Para Celia Gonzaga, Gerente do Programa de Aprendizagem da Mudes, a instituição ser contemplada com o selo é mais uma referência positiva dos trabalhos sociais que a Mudes desenvolve.

“É importante perceber que os jovens, mesmo com todas as dificuldades desse cenário da pandemia, estão em busca de qualificação para o mercado de trabalho. A capacitação online foi pensada por toda equipe do PASS com muito comprometimento, desde as estagiárias do programa que gravavam os vídeos, até os funcionários envolvidos. Esse mérito é da equipe inteira”, explica Célia.

Projeto Armazém Social do Saber – PASS

Em 2006, foi criado o Projeto Armazém Social do Saber – PASS com o objetivo de criar apoio pedagógico a crianças e adolescentes em risco social, contribuindo para a melhoria da aprendizagem.

Durante a pandemia, o programa desenvolveu oficinas de vivências, cidadania e mundo do trabalho através de grupos de WhatsApp. O projeto esteve com grupos online para capacitação e atendeu mais de 130 adolescentes e jovens de 14 a 21 anos.

As atividades buscaram preparar o público para desempenhar atividades profissionais e ter capacidade de discernimento para lidar com as diversas situações do trabalho. Toda semana é enviado o material da capacitação com atividade de fixação do tema exposto. Ao fim das capacitações, quem possuiu participação assídua recebe um certificado de participação e os destaques são encaminhados para as entrevistas com o programa Juventude Aprendiz.

Compartilhe esse artigo:

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.