Quem somos

“Trabalho decente e crescimento econômico” são o oitavo objetivo da Agenda 2030

Canal Mudes

Figurando como o objetivo número oito, o tema destina-se a promover o crescimento econômico inclusivo e sustentável, o emprego pleno e produtivo e o trabalho digno para todos

  

Conheça algumas das 12 metas fixadas pela ONU para efetivar este propósito: 

  

  • Sustentar o crescimento econômico per capita de acordo com as circunstâncias nacionais e, em particular, um crescimento anual de, pelo menos, 7% do produto interno bruto (PIB) nos países menos desenvolvidos; 
  •   Promover políticas orientadas para o desenvolvimento que apoiem as atividades produtivas, a geração de emprego decente, o empreendedorismo, a criatividade e inovação; e incentivar a formalização e o crescimento das micro, pequenas e médias empresas, inclusive por meio do acesso a serviços financeiros; 
  • Alcançar o emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todas as mulheres e homens, inclusive para os jovens e as pessoas com deficiência, e remuneração igual para trabalho de igual valor; 
  • Reduzir substancialmente a proporção de jovens sem emprego, educação ou formação; 
  • Tomar medidas imediatas e eficazes para erradicar o trabalho forçado, acabar com a escravidão moderna e o tráfico de pessoas, e assegurar a proibição e eliminação das piores formas de trabalho infantil, incluindo recrutamento e utilização de crianças-soldado, e até 2025 acabar com o trabalho infantil em todas as suas formas; 
  • Proteger os direitos trabalhistas e promover ambientes de trabalho seguros e protegidos para todos os trabalhadores, incluindo os trabalhadores migrantes, em particular as mulheres migrantes, e pessoas em empregos precários. 

  

Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) demonstram que, em junho deste ano, 98,7 milhões de pessoas estavam ocupadas – um aumento de 9,5% com relação ao mesmo período de 2021. 

  

Já a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio de 2020 (PNAD) revelou que 7 milhões de jovens (33,8%) entre 15 e 24 anos não trabalham, não estudam, nem estão em programas de aprendizagem.  

  

Conforme cálculo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB do Brasil em 2021 foi de R$ 8,7 trilhões – alta de 4,6% em comparação a 2020, quando a economia recuou 3,9% em razão da pandemia. Contudo, apesar da elevação no índice, a taxa ainda é muito baixa se confrontada com o crescimento anual de, pelo menos, 7% do PIB esperado pela ONU. 

  

A Fundação Mudes é parceira desta causa

Como instituição sem fins lucrativos e de utilidade pública – detentora do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS) –, a Fundação Mudes vem atuando, ao longo de mais de 55 anos, na integração dos jovens de baixa renda no mundo do trabalho. 

  

Além dos programas de estágio, jovem aprendiz, trainee e PcD, a instituição realiza atividades e projetos sociais para adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica, como o “PASS” e a “Casa da Juventude”. 

  

Para conhecer nosso compromisso com as ações propostas pela ONU, clique aqui. 

  

Para detalhes da “Agenda 2030” da ONU, clique aqui. 

Compartilhe esse artigo:

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.