Janeiro Branco: mês de conscientização sobre os cuidados com a saúde mental

Canal Mudes

A campanha Janeiro Branco tem como objetivo a conscientizar a sociedade sobre os cuidados com a saúde mental. O mês todo é dedicado a essa pauta, visto que ainda pode se um assunto considerado um estigma.  

 

O tema busca a abertura de um diálogo assertivo com a população sobre a prevenção de doenças mentais e a criação de políticas públicas voltadas a saúde mental de todos.  

 

Criada pelo psicólogo Leonardo Abrahão, em janeiro de 2014, tem se tornado uma das maiores campanhas voltadas a saúde. Desse modo, a campanha visa promover palestras e ações que sinalizem a importância de estar em dia com a saúde mental.  

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 264 milhões de pessoas passam por doenças como a depressão e a ansiedade, gerando consequências negativas na vida pessoal e profissional.  

 

Com isso, é possível levar a reflexão desse ter equilíbrio emocional e quebrar o estigma que ainda existe sobre o assunto em todos os âmbitos da vida. Além de alertar sobre a necessidade de procurar um profissional da saúde caso perceba que algo está errado.  

 

As doenças mentais podem ser desencadeadas por diversos motivos. É fundamental conhecesse-las para identificar se está passando por isso, ou se conhece alguém que esteja nessa situação, podendo assim oferecer ajuda.  

São algumas dessas doenças delas:  

– Ansiedade 

A ansiedade pode ser caracterizada com excesso de preocupação, inquietação, dificuldade em se concentrar e relaxar.  

– Depressão 

Na depressão é possível perceber os sintomas de ansiedade, perda de apetite e autoestima, tristeza excessiva, pensamentos de suicídios e outros.  

– Estresse 

O estresse pode desencadear insônia, problemas de pele, mudança no apetite, apatia, cansaço excessivo, além de poder estar relacionada com ansiedade e depressão.  

– Burnout 

O burnout ocorre pelo esgotamento mental do profissional, estresse excessivo, esgotamento, cansaço pelas altas demandas de trabalho.  

– Boreout; 

A síndrome de boreout é o inverso do burnout, pois se dá quando o profissional tem a falta de demandas e atividades no trabalho, desencadeando assim o tédio e a sensação de desvalorização.  

– Autismo; 

O autismo se caracteriza pela dificuldade de interagir socialmente, seja por contato visual, fala, gestos e emoções.  

– Deficiência intelectual  

Na deficiência intelectual a pessoa pode ter convulsões, vômitos, dor abdominal, distúrbio alimentar, atraso no desenvolvimento, entre outros. 

 

Dessa forma, estar em dia com o bem-estar emocional é essencial e para que isso ocorra é necessário falar de maneira aberta sobre o assunto, assim como, saber a hora de pedir ajuda e procurar um profissional da saúde.   

 

Leia também: DEZEMBRO VERMELHO – campanha nacional de prevenção ao HIV/Aids e a outras infecções sexualmente transmissíveis 

Compartilhe esse artigo:

WhatsApp da Mudes
Enviar via WhatsApp
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.