COVID-19: Como manter a saúde mental durante a quarentena

Empresas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A pandemia do novo coronavírus está trazendo consequências não só na saúde física, mas também na saúde mental de parte da população, especialmente aquelas pessoas que já apresentavam algum transtorno anterior ao período do contágio da Covid-19. Não pela doença em si, mas por conta dos efeitos acarretados por ela, como isolamento social, incertezas, desemprego, entre outros fatores. Esse cenário contribui para agravar ou gerar problemas psicológicos.

Pensando nisso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um guia com recomendações sobre como enfrentar as decorrências psicológicas da pandemia. Então veja o que você, estagiário, aprendiz, trainee ou PCD, pode fazer para preservar a sua saúde mental em tempos de quarentena. E não se esqueça: vai passar.

 

CONSUMO DE INFORMAÇÃO

Tente limitar a leitura ou o contato com notícias que podem causar ansiedade ou estresse. Procure informações e atualizações uma ou duas vezes ao dia, evitando o “bombardeio desnecessário” de conhecimento sobre o assunto. A enxurrada de notícias pode levar qualquer pessoa à preocupação.

Tenha cuidado com as fake news, buscando se informar apenas por fontes confiáveis. Acesse o site da Organização Mundial da Saúde, das autoridades locais (como o Ministério da Saúde) e da imprensa para que possa fazer a diferença entre boato e fato. Os fatos ajudam a minimizar o medo.

Aproveite para ampliar histórias positivas e úteis de pessoas na sua área que tiveram o Covid-19. Por exemplo, experiências daquelas que se recuperaram da doença ou que apoiaram um ente querido e estão dispostas a contar como foi.

 

ROTINA

Ainda que não possa sair, tente ao máximo manter sua rotina e crie outras novas, que possam contribuir de forma positiva para sua vida profissional e pessoal. Durante esse período de estresse, esteja atento a seus sentimentos e suas demandas internas. Faça as tarefas diárias, mas aproveite para incluir também momentos prazerosos, pois eles são muito importantes.

Procure desempenhar atividades saudáveis e relaxe. Tenha uma dieta equilibrada, pratique exercícios físicos mesmo dentro de casa, permaneça hidratado e tenha contato com a luz do sol sempre que possível. É importante também evitar lidar com o estresse usando álcool e fumo, pois eles pioram o bem-estar físico e mental a longo prazo.

 

MANTENHA CONTATO VIRTUAL

Fique em contato e mantenha sua rede de amigos e conhecidos, ainda que isolado. Como as autoridades de saúde recomendam distância física para conter o surto da doença, você pode manter a proximidade por outros meios, como telefone, redes sociais, aplicativos de mensagens, videoconferências etc. Comunique as pessoas seu desejo de estar em contato com elas durante o período de isolamento, incorporando esse momento à rotina.

 

Lembre-se: você não está sozinho, este é um problema mundial. Em um momento assim, em que o isolamento é indicado para a maioria das pessoas, é comum que a gente se sinta só. Então, é importante ressaltar: estamos todos juntos neste momento, ainda que separados fisicamente. Com a participação de todos, vamos conseguir passar por essa situação.

Caso busque apoio emocional, o Centro de Valorização da Vida (CVV), associação civil sem fins lucrativos, disponibiliza voluntários para que as pessoas possam desabafar, de forma gratuita e anônima. Eles atendem pelo telefone 188, e-mail e chat 24 horas todos os dias. 

Aproveite o período e solicite a abertura de novas vagas para a sua empresa.

Ou entre em contato conosco:

Telefone: (21) 3094-1149/98669-0848

WhatsApp: (21) 3094-1149

E-mail: comercial@mudes.org.br

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.