logo da fundação mudes

Sou Estudante

Quem somos

Como usar o Enem para estudar no exterior

Canal Mudes

Que o exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998 com o objetivo de avaliar a qualidade da educação que é ofertada no Brasil. Com o passar dos anos, a prova se tornou o maior meio de ingresso dos estudantes do ensino médio no ensino superior

Atualmente, a prova do Enem não é utilizada apenas para o ingresso nas universidades brasileiras, mas também em instituições no exterior. Confira a lista no final do texto! 

 

O que você precisa saber 

Antes de utilizar a sua nota do Enem para começar no processo seletivo é preciso entender que esse é apenas um dos meios para se candidatar a essas universidades, e não o meio principal como ocorre no Brasil, onde apenas uma boa nota no exame é o suficiente.  

 

Além disso fique atento a alguns detalhes: 

 

Pesquise 

Cada faculdade possui um sistema de seleção próprio, por isso pesquise pela universidade que deseja ingressar e fique por dentro de todo o processo seletivo. 

 

Documentação  

Mesmo com a nota do Enem em mãos você vai precisar apresentar uma série de outros documentos para dar início a sua inscrição. 

 

Estude 

Além de estudar muito para garantir uma boa nota do exame, é necessário estudar o idioma local do país que você pretende estudar. Na maioria das vezes as aulas serão na língua local e/ou em inglês. Algumas universidades podem exigir que o aluno realize uma prova de proficiência.  

 

Financeiro 

Se organize financeiramente. Estudar no exterior exige uma boa quantia para se manter no país, então comece a economizar desde já! 

 

Confira a lista de universidades que participam do programa: 

América:  

Estados Unidos 

  • New York University; 
  • Drexel University; 
  • Northeastern University; 
  • Temple University; 

 

Canadá 

  • University of Toronto; 
  •  Toronto Metropolitan University (antiga Ryerson University); 
  •  Trent University;  
  • Humber College; 

 

Europa: 

França 

  • Université Paris-Saclay; 
  • Institut National des Sciences Appliquées Lyon; 
  • École Normale Supérieure; 

 

Irlanda 

  • University College Dublin; 
  • University College Cork; 
  • National College of Ireland; 

 

  • Reino Unido
    Kingston University; 
  • University of Glasgow 
  •  Birkbeck – University of London; 
  • Loughborough University; 
  • Nottingham Trent University; 

 

Portugal 

  • Universidade de Coimbra (UC); 
  • Universidade do Algarve (UAlg); 
  • Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria); 
  • Instituto Politécnico de Beja (IPBeja); 
  • Instituto Politécnico do Porto (P.Porto); 
  • Instituto Politécnico Portalegre (IPP); 
  • Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA); 
  • Instituto Politécnico de Coimbra (IPC); 
  • Universidade de Aveiro (UA); 
  • Instituto Politécnico da Guarda (IPG); 
  • Universidade de Lisboa (ULisboa); 
  • Universidade do Porto (U.Porto); 
  • Universidade da Madeira (UMa); 
  • Instituto Politécnico de Viseu (IPV); 
  • Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem); 
  • Universidade dos Açores (UAc); 
  • Universidade da Beira Interior (UBI); 
  • Universidade do Minho; 
  • Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu); 
  • Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Universidade Lusófona); 
  • Instituto Politécnico de Setúbal (IPS); 
  • Instituto Politécnico de Bragança (IPB); 
  • Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB); 
  • Universidade Lusófona do Porto (ULP); 
  • Universidade Portucalense (UPT); 
  • Instituto Universitário da Maia (Ismai); 
  • Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia); 
  • Universidade Católica Portuguesa (UCP); 
  • Universidade Fernando Pessoa (UFP); 
  • Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (Ispa); 
  • Instituto Leonardo da Vinci (ILV); 
  • Escola Superior de Saúde do Alcoitão (Essa); 
  • Universidade Lusíada – Norte; 
  • Universidade Lusíada; 
  • Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC); 
  • Escola Superior Artística do Porto (Esap); 
  • Universidade Europeia; 
  • Instituto Universitário de Lisboa (Iscte-IUL); 
  • Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa (ESSNorteCVP); 
  • Universidade Autônoma de Lisboa (UAL); 
  • Instituto Politécnico da Lusofonia (Ipluso); 
  • Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe); 
  • Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (Ismat); 
  • Instituto Superior Dom Dinis (Isdom); 
  • Instituto Superior de Gestão (ISG); 
  • Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém (Isla Santarém); 
  • Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia (Isla Gaia); 
  • Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam); 
  • Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC); 
  • Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam); 
  • Universidade Nova de Lisboa. 

 

 

Gostou do conteúdo? Clique aqui e tenha acesso a outras matérias da Fundação Mudes. 

Compartilhe esse artigo:

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.