Logo antigo Fundação Mudes

Sou Estudante

Estudante

Como ingressar no mundo do trabalho sendo PcD

Estudantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A inclusão de pessoas com deficiência no mundo do trabalho é vista por muitas empresas apenas como obrigação legal 

 

A Lei nº 8.213/91, conhecida como Lei das Cotas, determina que pessoas com deficiência ocupem de 2% a 5% do quadro de funcionários das companhias que contam com 100 colaboradores ou mais. E é essencial que as empresas disponham de estrutura adequada para receber e alocar a pessoa com deficiência à rotina de trabalho, certificando-se de que o colaborador tenha à disposição a infraestrutura necessária.  

 

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil tem mais 17 milhões de pessoas com deficiência. O levantamento do IBGE aponta também, que a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho ainda é um obstáculo. Apenas 28,3% delas em idade de trabalhar (14 anos ou mais de idade) se posicionam na força de trabalho brasileira. Entre as pessoas sem deficiência, o índice sobe para 66,3%. Números que configuram uma baixa taxa de inclusão de PcD ao mundo corporativo. 

 

Para uma maior aceitação do PcD no mundo corporativo, a receita é simples: modificar a mentalidade! 

 

A Fundação Mudes, ao longo dos seus 55 anos de existência, atua principalmente na promoção e integração dos jovens no mundo do trabalho por meio de programas de aprendizagem, estágios remunerados, e seleções para trainee e PcD; além de realizar e participar de ações e projetos sociais para adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. Todo este trabalho é feito com foco no crescimento e desenvolvimento da juventude brasileira.   

 

Clique aqui e acesse a outros conteúdos! 

 

Tenha acesso as melhores oportunidades profissionais!

Compartilhe esse artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.