Pressão na hora de escolher a carreira, o que fazer?

Candidatos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Quando é concluída a escola é chegada a hora de decidir o que fazer a seguir, o jovem passa por diversos obstáculos nesse caminho, um deles é a pressão para escolher uma carreira. Nesse trajeto, que para alguns pode ser tortuoso, passam pela cabeça desafios como conseguir um emprego, saber se será bem remunerado e como construir sua vida. A pressão pode vir de si próprio, mas, muitas vezes, as pessoas ao redor têm um papel decisivo nessa escolha. Essa pressão vinda de pais, familiares e pessoas mais próximas pode ser consciente, ou eles podem até nem perceber o impacto que abordar essa questão pode ter na saúde mental do jovem.

Você está nessa situação? A Fundação Mudes quer te ajudar a enfrentar esse momento. Para isso, conversamos com a nossa recrutadora Cinta Monteiro, que abordou passos importantes antes e depois de escolher uma carreira e como lidar consigo próprio e com as pessoas do seu círculo diante dessa escolha.

 

Na sua opinião, por que é tão difícil escolher uma carreira?

Essa é uma decisão tomada geralmente quando somos muito jovens e temos muitas incertezas e questões sobre o futuro. Há também o receio de investir tempo e dinheiro numa formação profissional e depois perceber que não era o que imaginava e não desejar mais trabalhar naquela área.

 

Como lidar com a pressão familiar, diante da carreira escolhida?

É importante manter um diálogo honesto com os pais, com a família, demonstrando que ser bem-sucedido não depende somente de escolher uma profissão que está na “moda” ou uma profissão que seja uma tradição familiar, mas também da afinidade e aptidão que se tem com área. Você dará o melhor de si e terá mais dedicação e engajamento numa área de que se gosta. Atuar num segmento de que não se gosta pode gerar descontentamento, frustação, desânimo.

Autoconhecimento, pesquisas sobre a carreira, conversas com quem já trabalha na área e análise do mercado de trabalho proporcionam maior confiança na decisão e argumentos para o jovem mostrar à família o porquê da sua escolha.

 

Existe depois a pressão psicológica no sentido de não querer errar. Como lidar com isso?

Precisamos transformar erros em lições aprendidas. A carreira não é mais linear ou estática como no passado. Hoje é a trajetória profissional construída em mais de uma empresa e/ou passando por mais de uma área de atuação. Tornam-se mais comuns redirecionamentos e mudanças na carreira. Não precisamos ficar presos à escolha de carreira que fizemos no passado.

 

Em uma situação de pressão no trabalho, como um jovem deve agir e se comportar?

Lidar com a pressão do trabalho passa por ações dentro e fora da empresa. No trabalho, é essencial definir prioridades, saber gerir seu tempo, ter clareza de suas metas, ter boa comunicação para negociar com prazos e recursos gestores e ter bom relacionamento interpessoal para facilitar o trabalho em equipe. Tentar visualizar os problemas como desafios que, após resolução, gerarão novos aprendizados e amadurecimento. Fora do trabalho, o jovem precisa reservar um tempo para lazer, atividade física ou esporte, família e amigos. Cuidar da saúde física e mental, desenvolver a inteligência emocional e praticar meditação também são fundamentais.

 

Quais dicas você poderia deixar para os jovens lidarem com tantas pressões?

1º) Cuidar sempre do seu bem-estar físico e mental;

2º) Desenvolver a antifragilidade, ou seja, melhorar e crescer mesmo em situações de pressão;

3º) Continuar se atualizando, aperfeiçoando – não somente em relação a habilidades técnicas, mas também comportamentais;

4º) Estar atento ao que acontece no mercado para visualizar tendências, novas áreas de atuação; novas ferramentas e tecnologias.

Compartilhe esse artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja a nossa nova Política.